Em busca do transporte perfeito

Ônibus, bicicleta ou carro: qual o meio de transporte mais econômico e eficiente numa cidade? Foi essa questão que motivou os jornalistas do Repórter Unesp a tentar descobrir qual era a forma mais barata e rápida para fazer um trajeto de grande uso popular.

O bauruense não conhece o centro da cidade

Muitos imaginam, mas poucos percebem o nascimento prematuro da noite: as luzes do Calçadão se acendem, a Rui Barbosa silencia, a Machado de Mello ressuscita e a Rodrigues Alves apequena-se.   A extensa e vívida Batista de Carvalho demonstra sinais de enfermidade ao fim do

A História do Calçadão Sem Limites

O movimento das ferrovias de Bauru era um dos fatores que impulsionaram o comércio local. No final da década de 30, a cidade reunia o maior entroncamento de ferrovias do Brasil. Três importantes linhas férreas se encontravam na cidade: Sorocabana, Paulista e Noroeste.

Calçadão, a rua dos esquecidos

Tudo o que você pode imaginar você encontra no centro de Bauru, inclusive pessoas. Dos mais diversos tipos, elas passam por ali todos os dias. Algumas não só passam, trabalham ali. Outras não passam, moram ali. O que elas têm em comum? Além de terem

“Hoje eu vou batistar”

Há quem diga que os grandes centros das cidades são formados majoritariamente por comércios. Na cidade de Bauru, o quadro não é diferente. Entretanto, em meio a uma infinidade de lojas, existem outras atividades espalhadas mais discretamente pelas quinze quadras da Batista de Carvalho.