Conheça os benefícios da plataforma Trello

A ferramenta auxilia a organização de tarefas e equipes, além de aumentar a produtividade em projetos pessoais

O Trello é uma ferramenta de gerenciamento de projetos em listas, com um design versátil e que pode ser ajustado de acordo com as necessidades do usuário. Funções como organização de tarefas do trabalho, dos planos de viagens e das prioridades de seus estudos são algumas das competências que o Trello tem.

Em termos de produtividade, é uma das ferramentas mais eficientes que existem atualmente. Usada por grandes empresas para organizar as tarefas de equipes, o serviço pode ser usado para qualquer projeto, tanto na vida profissional quanto pessoal de cada usuário. Vale lembrar que o Trello é gratuito e pode ser usado diretamente do seu computador (online) ou smartphone (disponível para download nos sistemas Android e iOS).

Tutorial

Para começar a utilizar as funcionalidade do Trello, é fácil. Confira o tutorial para transformar um quarto em escritório:

Passo 1. Na tela principal, clique em “Criar novo quadro”, dê um título para ele, após isso, aperte o botão “Criar”:

Passo 2. Em seguida, será necessário criar as listas de tarefas. Clique em “Adicionar uma lista…”, digite um título e aperte “Enter”;

Passo 3. Para se organizar melhor, crie uma lista para as tarefas que precisam ser feitas e outra para salvar aquelas que já estão prontas;

Passo 4. Agora, basta criar os cartões e distribuir pelas duas listas iniciais. Você pode dividi-las em: “o que precisa ser comprado” e “o que precisa ser feito na reforma”. Depois de fazer isso, clique em “Adicionar um cartão”, dê um título e aperte “Enter”;

Passo 5. O cartão está criado, mas é possível adicionar alguns recursos que podem facilitar ainda mais a organização e execução do seu projeto. Com o cartão aberto, aparecerá a visualização do que é permitido adicionar, como membros, etiquetas, checklist, data de entrega e anexos de fotos, links e vídeos. 

Passo 6. Após terminar de editar um cartão, basta fechá-lo para salvar todas as alterações. Os cartões podem ser arrastados com o mouse para que você organize na ordem que deseja.

(Fotos: Reprodução / TechTudo)


Os passos indicados são possibilidades e sugestões de utilização do Trello, visando auxiliar a organização de seus projetos. As listas podem ficar de várias maneiras, sendo que os quadros mais comuns são divididos em: “A fazer”, “Em progresso” e “Pronto”. Você pode criar quantas camadas precisar.

Vantagens e desvantagens

Como toda ferramenta, o Trello possui tanto pontos fortes, sendo um deles a possibilidade de ser usado em grupo, quanto pontos fracos, como por exemplo alguns recursos que só podem ser usadas na sua versão paga. 

As vantagens são:

  • Design atrativo;
  • Fácil de usar;
  • Confiável – diversas empresas o utilizam;
  • Sincronização automática entre aplicativo e site;
  • Atualizações colaborativas em tempo real.

Agora, as desvantagens:

  • Os anexos só podem ter até 10 MB na versão gratuita;
  • A comunicação dos integrantes pode ser difícil por não haver uma sala de bate-papo, o que implica no uso de outras ferramentas para que isso seja suprido;
  • Não há calendário embutido;
  • Na versão gratuita, cada projeto permite apenas uma integração com outras ferramentas.

Agora, se tratando do uso do Trello para a prática do jornalismo, a ferramenta preenche os requisitos organizacionais necessários, tanto individualmente quanto coletivamente. Partindo do entendimento que jornalismo não se faz sozinho, a capacidade de poder criar projetos em grupo facilita a gestão das equipes. Além da sincronização e atualização em tempo real, o que permite que todas as pessoas consigam cumprir suas tarefas e agilizar o processo de produção.

Também é possível utilizar a ferramenta para a criação de pautas, junto com a divisão da equipe que trabalhará em cima de cada uma, contendo espaço para arquivos, comentários, deadlines e afins. O Trello permite que se estabeleça prazos para cumprir as tarefas, além de poder priorizar as que forem mais importantes ou urgentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *