Idosos praticam pouco esporte em Bauru

A prática de esportes na terceira idade se faz presente, mas não com o alcance que deveria

O cuidado com o idoso têm sido uma preocupação crescente nos últimos anos. A saúde na terceira idade é frágil, e muitas vezes são apresentados tratamentos caros e extensivos para que ela melhore. Alimentação e remédios sempre são os primeiros que vêm às nossas cabeças, mas esquecemos de outro ponto importante: os esportes que podem ser praticados por idosos.

Segundo dados do IBGE, o país possui atualmente 28 milhões de idosos (aqueles com mais de 60 anos), e o número poderá dobrar até 2042. Desta parcela, são poucos os que praticam esportes regularmente, mesmo com todos os benefícios que o esporte pode trazer, como evitar doenças que são comuns em idosos.

Em Bauru, alguns locais oferecem atividades diretamente voltadas para o grupo da terceira idade. Das promovidas pela prefeitura, há locais como o Campo do Oriente, onde são oferecidas aulas  de atletismo para idosos, ou o Ginásio do Geisel, que oferece ginástica. O foco, porém, acaba vindo das instituições privadas, como o Sesi e o Sesc, que possuem programas de atividades esportivas dos mais diversos tipos para os idosos, como hidroginástica, natação e vôlei.

Campo do Oriente. Fonte: Reprodução.

O esporte é algo indispensável para chegar de forma saudável na velhice. O exercício físico sempre é visto como essencial, mas acaba sendo ignorado por muitos com o passar dos anos. Segundo o responsável pelos esportes de idosos da Secretaria de Esportes de Bauru, Wilson Losilla, há uma certa falta de interesse por parte dos idosos. “Tem umas pessoas que são interessadas que praticam, mas é difícil fazer um trabalho com o idoso.”, diz.

Wilson fala sobre alguns dos motivos para a baixa adesão da terceira idade aos esportes:

Participação da população

Os projetos que foram concebidos anteriormente vão sendo abandonados justamente por falta de interesse de pessoas, o que faz com que possíveis novas ações da prefeitura sejam cada vez mais raras. As próximas atividades que seriam promovidas não trazem nada muito inovador ao que já existe.

O quadro não é muito diferente em outras cidades, segundo Wilson. Ele conta que muitas cidades ainda fazem trabalhos semelhantes, mas nunca em uma escala muito maior, por parte da prefeitura. Mas uma iniciativa interessante, que vem por parte do estado, é a dos JORI, os Jogos Regionais do Idoso.

Num evento em que os idosos praticam modalidades como natação, dança de salão e tênis, os jogos promovem, durante o ano todo, a reunião e recreação de idosos em competições amistosas em pontos de São Paulo. No último ano, conta Wilson, 100 idosos de Bauru foram participar dos jogos em Lençóis Paulista. Este ano, a competição será sediada no mesmo local, em setembro.

A maioria dos idosos acaba optando por atividades físicas mais simples, e isso é reforçado pelos espaços com aparelhos de ginástica que encontram-se em alguns pontos de Bauru. Os esportes em si, por exigirem um certo comprometimento maior, acabam sendo uma segunda opção, mas não deixam de ter sua devida importância na vida não só do idoso, mas de todos os cidadãos que o possam praticar.

Repórter: Patrick Souza

Editora: Gabriela Arruda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *