Os muros falam sobre o machismo

Estima-se que as pichações tenham surgido em SP na década de 1980. Os pichadores, vindos da periferia da cidade utilizam de grafias e códigos como forma de protesto contra as desigualdades e dificuldades da cidade. Motivo de controvérsia dentro do território nacional, as pichações são apreciados no exterior como uma manifestação artística genuína da cidade de SP. Anterior ao grande movimento das pichações, já se via as mais diversas.manifestações nos muros das grandes cidades, sempre com frases de protesto. Como esquecer o muro de Berlim ou a icônica foto do período militar com os dizeres “abaixo a ditadura”? O tempo passou, e os muros das cidades continuam sendo a tela em branco do artista urbano disposto a protestar. Seja com pichações, graffitis ou frases. É dito comum que o muro limpo, representa uma cidade muda, então como os muros de Bauru gritam e protestam contra o machismo, como os muros buscam empoderar as mulheres e como seus dizerem refletem tão bem as falhas da sociedade brasileira.

Uma foto publicada por Lara Sant’Anna (@larargs) em

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *