Quem está mais preocupado?

Todos querem tem um corpo bonito no verão, quem mora na praia como quem viaja para o litoral.

João Ernesto

Estamos no verão, época em que as praias ficam cheias e logo mais vem aí o carnaval, a maior festa popular do país, que cultua cada vez mais os corpos perfeitos exibidos à exaustão na televisão, capas de revista e internet. Como a vida imita a arte, o culto aos corpos perfeitos chegou para ficar, alterando completamente a realidade dó cidadão comum e também a sua rotina.

Na praia o desfile de belos corpos é evidente, mas como funciona a exposição do corpo para os moradores de cidades do interior? Gabrielle Damazio, estudante de 24 anos e natural de Santos, hoje mora em Londrina (PR) tem uma visão particular sobre o assunto: “Acredito que o cuidado com o corpo independe do local de origem, mas em uma visão geral, as pessoas do interior tendem a cuidar mais do corpo no período de veraneio. No litoral a preocupação com o corpo é mais constante, nota-se isso com facilidade pelas academias lotadas e a orla da praia com “atletas” durante todo o ano.”

Na visão do antropólogo, Claudio Bertolli, professor da UNESP, o corpo humano ganhou destaque nos últimos anos, afinal ele também é objeto de expressão da cultura daquele lugar. Quando compara a relação do corpo com as diferentes localidades é categórico: “Em áreas praianas, o corpo está exposto, daí a importância da modelagem deste mesmo corpo em academias. Em áreas não praianas, nas quais o corpo não pode e não deve ser exposto no mesmo grau que no beira-mar, também se dá importância ao corpo o mais possível perfeito, com a continuidade de recorrência à academias, regimes, medicina estética, etc. Mas na hinterlândia, já que o corpo não é tão exaustivamente exposto com trajes mínimos, outro mercado se abre, aquele que deve mascarar as imperfeições do corpo. Exemplo é a roupa com enchimentos, bronzeados artificiais, meias e roupas que ocultam as imperfeições da pele/corpo”. Afirma.

Apresentar belos corpos passou a ser uma necessidade para ser bem aceito na sociedade. A partir disso a preocupação da população com a estética corpo extrapolou o ideal de ter um corpo “apenas” saudável. Na praia isso pode durar o ano todo e, no interior, se acentua no verão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *